Escoliose

O que é Escoliose

Viva Quiro Spine

A escoliose ocorre quando a coluna vertebral apresenta uma curvatura e torção, ou seja, é uma curva anormal em forma de “S” que deve ser diagnosticada e tratada.

 

Ela é mais comum em fases de crescimento, como a infância e a adolescência, mas pode aparecer em qualquer idade. Algumas escolioses podem ser notadas pela observação visual e postural, porém, em alguns casos, isso não é possível, por esse motivo, é importante um acompanhamento pediátrico da criança.

 

Apesar de não saber exatamente o que significa, quando uma pessoa ouve que tem uma escoliose ela já gera o medo do tratamento e pensa logo na necessidade de cirurgia. Felizmente existem tratamentos conservadores que ajudam a manter o funcionamento da coluna vertebral e evitar evoluções da curva.

 

A coluna vertebral serve de eixo para o corpo e possui um papel importante na locomoção. Ela é uma estrutura que se estende do crânio até a pelve sendo constituída por pequenos ossos — as vértebras — e os discos intervertebrais que protegem a coluna e os impactos que ela sofre.

 

Se olharmos lateralmente, veremos que a coluna possui algumas curvas fisiológicas importantes para a sustentação e postura, porém, olhando de frente, a coluna não possui, ou não deveria possuir curvas.

 

Existe a atitude escoliótica que é causada por vícios posturais ou por um desequilíbrio momentâneo no crescimento dos membros inferiores. Ela não deve ser confundida com a doença escoliose que necessita de um acompanhamento e tratamento mais intenso.

 

A escoliose mais acentuada pode ser observada por uma coluna visivelmente curvada, um ombro mais do que o outro ou quadril mais proeminente do que o outro quando olhamos o espelho de frente, roupas que não ajustam corretamente, caixa torácica proeminente e diferença no comprimento das pernas.

 

A escoliose causa dor nas costas em pessoas adultas e os mais jovens também podem experimentar algum desconforto.

Escoliose
Escoliose
Escoliose

Causas da Escoliose

Viva Quiro Spine

A causa da escoliose é desconhecida na maioria dos casos e acredita-se que ela não esteja ligada com a má postura, normalmente associada aos problemas na coluna. Sabe-se que algumas pessoas são mais suscetíveis ao desvio da coluna sendo mais comum em mulheres e, além disso, o histórico familiar deve ser considerado.

 

Se a causa da escoliose é desconhecida, é chamada de escoliose idiopática. As escolioses idiopáticas podem ser:

 

  • Escolioses funcionais: mais comum em adolescentes, as curvas são leves e desaparecem por completo com a flexão da coluna vertebral.
  • Escolioses estruturais: as diferenças dos membros inferiores levam a um desequilíbrio pélvico e por consequência, uma curva vertebral para reequilíbrio corporal.

 

A causa da escoliose é identificada num um pequeno número de casos, como por exemplo, as condições neuromusculares que afetam os nervos e músculos, tais como:

 

  • Paralisia cerebral – uma condição que afeta o cérebro e os nervos e ocorre durante ou pouco depois do nascimento.
  • Distrofia muscular – uma doença genética que provoca fraqueza muscular
  • Neurofibromatose – uma condição genética que causa o crescimento de tumores benignos ao longo de seus nervos.

 

Escoliose congênita é causada pelo desenvolvimento anormal dos ossos da coluna vertebral no útero, nesses raros casos, os bebês podem nascer com escoliose.

 

Escoliose degenerativa ocorre em adultos, causada pela deterioração gradual em partes da coluna vertebral.

A Quiropraxia trata a escoliose! Agende uma consulta conosco.

Diagnóstico da Escoliose

Viva Quiro Spine

Quando a pessoa apresenta um ombro mais alto que o outro ou escápulas, que são os ossos das costas, inclinados ou quando um lado do quadril inclinado para cima é possível suspeitar de uma escoliose na coluna.

 

Um exame físico detalhado da coluna vertebral, costelas, quadris e ombros pode diagnosticar a escoliose.

 

Pode ser solicitado que você realize o teste da escoliose. Nesse teste, a pessoa, de pé, com as pernas afastadas à largura do quadril inclina o corpo para frente para tocar com as mãos no chão, mantendo as pernas esticadas. Nessa posição o profissional pode observar se surge uma região mais alta da coluna de um dos lados. Se houver, isso indica que há uma escoliose desse mesmo lado.

 

O diagnóstico da escoliose pode ser feito sem exames de imagem, mas estes são importantes para indicar também o grau de inclinação que a pessoa possui. O que é importante para decidir o tratamento.

 

A escoliose pode levar a outros problemas emocionais e físicos. A imagem corporal, a autoestima e a qualidade de vida podem ser afetadas caso a pessoa tenha uma coluna vertebral visivelmente curvada ou usar um colete em volta das costas, particularmente no caso das crianças e adolescentes.

 

Se for muito severa, a escoliose pode levar a outros problemas físicos graves. Em raros casos uma curvatura significativa da coluna vertebral pode aumentar a pressão no coração e nos pulmões.

O Tratamento da Escoliose

Viva Quiro Spine

dor nas costas é um dos principais problemas causados pela escoliose em adultos, assim o tratamento é voltado principalmente para o alívio da dor. Em alguns casos, com escoliose maior que 40 graus, a cirurgia pode ser necessária para melhorar a forma da coluna e eliminar as dores nas costas.

 

tratamento para escoliose é guiado pela idade, pela gravidade do caso e pela possibilidade dela piorar com o tempo.

 

A curvatura da coluna vertebral pode melhorar naturalmente à medida que as crianças muito jovens crescem não sendo necessário um tratamento. Porém, caso seja necessário tratamento, utiliza-se um colete ou moldagem órtese para tentar travar a progressão da curva.

 

Caso exista progressão da curvatura da criança ou do jovem apesar do uso do colete ou órtese, pode ser necessária uma operação. Isto normalmente envolve a inserção de hastes de metal nas costas para estabilizar a coluna vertebral, que serão alongadas em intervalos regulares enquanto a criança cresce. A cirurgia de correção é considerada como um último recurso. Analgésicos e exercícios, são tentados em primeiro lugar.

 

Em adolescentes e adultos, é improvável que a escoliose melhore com o tempo, em alguns casos, pode piorar progressivamente.

Escoliose
Escoliose
Escoliose

Quiropraxia no Tratamento da Escoliose

Viva Quiro Spine

A quiropraxia  pode ser utilizada para auxiliar na correção da curvatura da coluna vertebral ou diminuir a  progressão diretamente, com ajustes da articulação da coluna e orientação de postura. Porém, caso a causa da escoliose seja uma interrupção do fluxo neural por uma subluxação, a remoção desta interrupção leva o organismo a restaurar suas funções normais. A Quiropraxia se limita ao tempo e a matéria. O bom resultado vai depender de quanto tempo a curva está instalada e a qualidade do material vertebral, ou seja, o quanto a escoliose já trouxe danos permanentes à coluna.

 

A Quiropraxia não utiliza medicamentos ou quaisquer procedimentos cirúrgicos. Ela se vale de técnicas manuais que visam ajustar e/ou manipular as articulações promovendo a interação entre a coluna vertebral e o sistema musculoesquelético e, se realizada por profissionais habilitados, tem o potencial necessário para tratar e prevenir diversos tipos de dores. Ela beneficia a capacidade funcional das diferentes estruturas do corpo, ou seja, não só trata como previne quadros de desordens do sistema neuro-músculo-esquelético, o que leva a uma melhora da qualidade de vida dos pacientes.